You are currently viewing Valorizada pelo mercado, organização ajuda no desenvolvimento de carreira

Valorizada pelo mercado, organização ajuda no desenvolvimento de carreira

O que é o trabalho sem organização? Considerada uma das Soft Skills (habilidades comportamentais) mais básicas, ela é imprescindível para a realização de qualquer trabalho ou tarefa.

Uma pessoa organizada consegue atingir metas e cumprir prazos com mais facilidade do que aquela que não é. Isso porque passa a ter maior controle em relação aos processos de trabalho, com seus compromissos agendados, especificações de tarefas anotadas para não errar e, com isso, obtém mais rapidez ao concluir demandas.

Além de todas as questões relacionadas à produtividade, a organização pode, ainda, melhorar a saúde física e mental, uma vez que a pessoa terá mais tempo para realizar projetos pessoais e, com isso, sentir-se mais equilibrada. Até mesmo o estresse pode ser diminuído ao manter a vida em ordem, pois a pessoa não se desgasta e não perde tempo ao procurar utensílios para a realização de qualquer atividade.

De acordo com a publicação “The Journal of Neuroscience”, a desorganização afeta até mesmo a capacidade de concentração. O motivo se deve ao cérebro ter dificuldade em processar informações quando objetos se encontram amontoados em um mesmo local ou quando não há lógica alguma entre o tipo de objeto e o lugar correto de sua destinação e uso.

O poder de colocar tudo em ordem pode interferir ainda em aspectos inimagináveis, tais como no hábito de comer alimentos saudáveis e na manutenção da rotina de exercícios. Segundo a Universidade de Minnesota, estatisticamente, pessoas que trabalham em espaços limpos e organizados têm duas vezes mais chances de escolher frutas e verduras, em vez de processados como chocolates e bolachas.

Muito do cansaço e desânimo enfrentado por aqueles que querem malhar, mas não conseguem, tem a ver com a coordenação entre trabalho e tempo. Ao se desgastar com pequenas bagunças, no dia a dia, o indivíduo perde energia e isso influencia no estímulo de fazer exercício físico e na rotina de treino.

Outro aspecto improvável do poder de organização é o melhoramento da vida social e de relacionamentos saudáveis. Ser pego desprevenido por não antever uma situação é algo raro para quem mantém sua vida estruturada, além disso, diminui as chances de não comparecer em festas e reuniões familiares para trabalhar, caso tivesse organizado melhor suas atividades antes.

O sono também pode ser afetado pela falta de organização ao longo do dia. A pessoa pode ‘levar preocupação para a cama’, o que altera a qualidade do sono e, inclusive, produzir insônia.

Por fim, a imagem social fica comprometida ao não ter os compromissos, sobretudo os profissionais, devidamente alinhados. Organizar é muito mais que ser metódico: é ter qualidade de vida, produtividade e felicidade.

Clique, aqui, e leia esse e outros conteúdos da edição 144 da Revista Brasileira de Administração (RBA)

Por Leon Santos – Assessoria de Comunicação CFA