Presidente do CFA prestigia posse da nova diretoria do Cofecon

Presidente do CFA prestigia posse da nova diretoria do Cofecon

Evento aconteceu em Brasília e foi marcado por discursos contra a PEC 108

O Conselho Federal de Economia (Cofecon) realizou, na noite desta quinta-feira, 30, a solenidade de posse dos novos conselheiros federais. Foram empossados, ainda, o presidente do Cofecon, o professor doutor Antonio Corrêa de Lacerda, e a vice-presidente, Denise Kassama Franco do Amaral. O evento aconteceu no Hotel Nacional, em Brasília (DF), e contou com a presença do presidente do Conselho Federal de Administração (CFA) e coordenador do Fórum dos Conselhos Federais das Profissões Regulamentadas, Mauro Kreuz.

Presente na mesa de abertura da solenidade, Mauro foi convidado a discursar. Na oportunidade, ele desejou a nova diretoria do Cofecon “um profícuo trabalho e uma exitosa gestão”. Ele ressaltou, ainda, a importância das profissões regulamentadas e criticou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) n.º 108. “Certamente vamos vencer essa batalha em defesa da sociedade”, disse.

O novo presidente do Cofecon também demonstrou descontentamento com a PEC 108 e falou que o Sistema Cofecon/Corecons tem uma missão urgente: rechaçar, por completo, a proposta. “Não representamos apenas os interesses da nossa profissão, mas, sobretudo, os interesses da sociedade”, afirmou Lacerda.

Ele também adiantou que o programa de trabalho da nova gestão do Cofecon contempla ações para o fortalecimento da profissão, a preocupação com a formação dos economistas e, para fortalecer o Sistema, Lacerda destacou, ainda, a importância da integração constante dos Corecons com as entidades afins.

Antonio Lacerda e Denise Kassama terão mandatos em 2020. Já os novos conselheiros federais do Cofecon foram eleitos para o triênio 2020/2022. Após a cerimônia de posse, houve a solenidade de lançamento do “Ano Celso Furtado”, em homenagem ao centenário de nascimento do grande economista brasileiro.

Além disso, o evento contou, ainda, com o lançamento do livro “O mito da austeridade” (Editora Concorrente), organizado por Antonio Corrêa de Lacerda. O livro tem contribuições dos economistas Ladislau Dowbor, André Paiva Ramos, Mariana Ribeiro Jansen Ferreira e André Luis Campedelli.

 

Assessoria de Comunicação CFA