Tecnologia entra na pauta dos municípios do Vale do Jaguari (RS)

Fórum de Cidades Digitais vai tratar de desenvolvimento e aprimoramento dos serviços públicos por meio das Tecnologias da Informação e Comunicação

O Centro Empresarial de Santiago será o ponto de encontro de prefeitos, gestores, vereadores e de entidades interessadas em conhecer mais sobre os benefícios das cidades digitais e como investir em projetos na área para melhorar a gestão e os serviços públicos.

O I Fórum de Cidades Digitais do Vale do Jaguari, que será realizado no dia 11 de agosto, está com as inscrições abertas para este público responsável por criar políticas públicas que visem o desenvolvimento socioeconômico dos municípios. Os interessados devem acessar o site http://forum.redecidadedigital.com.br/santiago/ para efetivar a inscrição.

Na opinião do secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Santiago, Roger Reges Roos, o evento, organizado pela Rede Cidade Digital em conjunto com a Prefeitura de Santiago, é a oportunidade para que os municípios iniciem esse processo de inovação, pautados nas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC).

“A realização desse fórum é uma oportunidade que toda a nossa região tem. O uso da tecnologia é uma presença consolidada nos dias atuais e nós temos que acompanhar essa evolução. Queremos tirar o maior proveito possível desse evento e temos todo o interesse para que juntos a gente possa prestar um melhor serviço, a região como um todo. Nós entendemos a importância da tecnologia, pois hoje tudo gira em torno dela. Estamos felizes da RCD poder compartilhar conosco esse conhecimento”, disse Roos.

Segundo o diretor da RCD, José Marinho, a ideia do Fórum de Cidades Digitais é apresentar soluções, iniciativas e modelos que possam facilitar o planejamento e investimentos em tecnologias inovadoras. O momento político pré-eleitoral, frisa Marinho, “se torna ainda mais importante, já que se trata de um período no qual serão definidas as propostas para os próximos quatro anos nas cidades”.

“Este é o momento também dos municípios se prepararem para a retomada do crescimento do país. Aqueles que investirem em tecnologia sairão à frente no processo de desenvolvimento, pois as cidades digitais e inteligentes são mais atrativas para investimentos privados, além de ofertarem um melhor atendimento no serviço público, criando todo um ambiente propício para a melhoria na qualidade de vida das pessoas. Isso é o mais importante”, afirma o diretor da RCD.

Iniciativas
A cidade sede Santiago é um exemplo de localidade que passa por uma estruturação através da implantação de uma rede de fibra óptica que interligará nos próximos meses as 42 repartições públicas do município, substituindo o sinal via rádio utilizado atualmente.

. A infovia digital é o que possibilitará, conforme ressalta o coordenador de Informática da Prefeitura de Santiago, Gilberto Gomes Scalon, a implantação, por exemplo, do sistema de telefonia voip e outras ferramentas para redução de custo e aumento de eficiência na gestão.

Algumas características de cidade digital já são encontradas na terra dos poetas, entre elas o wi-fi gratuito em cinco pontos públicos, sistema de governo eletrônico, que possibilita a emissão de documentos e alvarás via internet, além das 23 câmeras de segurança nas vias urbanas, monitoradas pela brigada militar (projeto executado por meio de uma parceria entre Prefeitura e Centro Empresarial de Santiago).

Além do cabeamento óptico, também está em fase de implantação o sistema de geoprocessamento, tecnologia que contribuiu para o aumento de arrecadação e capaz de auxiliar na definição de políticas públicas na cidade.

Mapeamento – Um panorama sobre o uso da tecnologia nos municípios da região será apresentado durante o I Fórum de Cidades Digitais do Vale do Jaguari. O diretor da RCD ressalta que o levantamento servirá de base também para apresentar aos gestores no evento ideias e soluções que atendam às necessidades das Prefeituras.

O I Fórum de Cidades Digitais do Vale do Jaguari conta com o apoio da Agência de Desenvolvimento de Santiago, Instituto Federal Farroupilha, Centro Empresarial de Santiago, Conselho Regional de Desenvolvimento do Vale do Jaguari (Corede) e Prefeituras de São Sepé e Tapera.

Fonte: rede cidade digital

Deixe uma resposta

Fechar Menu