No momento você está vendo Pesquisa: futuro da carreira preocupa 72% dos profissionais

Pesquisa: futuro da carreira preocupa 72% dos profissionais

Mais de 70% dos profissionais estão preocupados com o futuro da carreira na América Latina. É o que aponta levantamento realizado pela multinacional especializada em pesquisa de mercado on-line YouGov.  

A porcentagem de pessoas preocupadas é de 72% na região, acima da média global de 49%. Para o diretor-geral da YouGov na América Latina, David Eastman, a preocupação pode ser um reflexo da onda de demissões que atingiu empresas brasileiras e estrangeiras dos mais diversos setores da economia.

“Tem havido muitas demissões nos últimos meses, por exemplo, o Facebook cortou 11 mil dos seus funcionários, Amazon 18 mil, Microsoft 10 mil, Google 12 mil, IBM 4 mil, Disney 7 mil”. 

A insegurança com o futuro da carreira entre os brasileiros não se resume à necessidade das empresas de reduzir custos com a diminuição do crescimento econômico global. Há outras diversas razões pelas quais essa preocupação tende a aumentar por aqui. 

Na avaliação do presidente do Conselho Federal de Administração, Leonardo Macedo, o projeto de lei que propõe revogar leis e decretos que regulamentam diversas profissões também pode gerar instabilidade no mercado de trabalho no país.

“O PL 3081 de 2022 é um grande desserviço porque tira a regulamentação de quase todas as profissões, com exceção das profissões da área da saúde. Então, vai gerar um grande desemprego dessa mão de obra altamente qualificada que nós temos nas diversas profissões, tal qual nós temos os nossos profissionais de Administração. Essas mãos de obra seriam substituídas por leigos. Quem vai sair perdendo com esse desemprego da mão de obra qualificada é a sociedade”. 

Embora o projeto de lei apresente baixo potencial de ser aprovado, os conselhos profissionais têm se articulado para impedir o avanço da pauta no Congresso Nacional.

Adriana Mesquita
Repórter Rádio ADM