You are currently viewing Meditação e respiração são aliadas quando assunto é inteligência emocional

Meditação e respiração são aliadas quando assunto é inteligência emocional

O CFAPlay realizou, nesta segunda-feira, 20, a última live da série “Mente: sua aliada no desenvolvimento profissional”. Mais uma vez, o psicólogo e mestre em Ciências da Saúde, Wagner Costa, conversou com o jornalista Paulo Melo sobre saúde mental, mas desta vez o foco foi controle emocional e os dois últimos episódios da série criada pelo Conselho Federal de Administração (CFA).

No episódio nove, o especialista fala do pensamento e da importância da meditação e da respiração. “Isso vai mudar o padrão de reação do seu cérebro ao estresse da vida e vai fazer com que você viva com o estresse de forma harmoniosa e tranquila”, ensinou. Já no décimo episódio, Wagner cita pensamentos e ressalta que as emoções possuem papel fundamental nas tomadas de decisões. “Elas são nossas aliadas e não nossas inimigas”, explicou.

Mais uma vez, ele destacou a importância da respiração no controle das emoções. De acordo com o psicólogo, a prática da respiração consciente pode ajudar a controlar as reações emocionais. “Pratique atividades aeróbicas e exercícios de relaxamento”, sugere Wagner.

Você já perdeu o controle? 

“Para nós, psicólogos, emoção é um negócio difícil de compreender e de controlar.”, afirmou o especialista, ressaltando que as emoções surgem de dentro para fora e, para ter controle é preciso treinar. “O controle vem de cima para baixo, vem do córtex cerebral e é possível desde que você treine”, falou.

Vai apresentar um trabalho ou participar de uma entrevista de emprego? Uma dica que Wagner deu na live foi o de fazer ensaios mentais. A ideia é se imaginar na cena, feliz e confiante diante da situação. Outra sugestão é saber se observar para identificar situações que podem gerar um descontrole.

Durante a live, Paulo compartilhou as perguntas dos internautas. Boa parte delas eram de pessoas que buscavam dicas de como controlar as emoções. As situações compartilhadas mostraram que o estresse é um dos causadores do descontrole emocional. “Você precisa ter momentos antiestresse”, avisa.

Inteligência emocional e inteligência cognitiva

Seja emocional ou cognitiva, ambas são importantes. Contudo, a inteligência emocional nunca recebeu tanta atenção. “Passamos um tempo valorizando apenas o QI e já vimos que isso não resolveu o problema do mundo”, contou.

Na semana do Natal, Wagner fala da necessidade de olhar o outro com mais atenção e cuidado. “Precisamos nos enxergar como parceiros, como humanidade. As duas inteligências são importantes, mas no momento temos que investir tempo na inteligência emocional, pois no passado nós a negligenciamos”.

Para entrar 2022 com emoções mais controladas, o psicólogo sugere que as pessoas comecem o dia refletindo sobre bondade. “Sorria mais, quando você sorri você drena cortisol.”, afirmou.

Ainda na live, Wagner falou um pouco sobre o tema que foi tratado na RBA edição 145, “Espiritualidade Organizacional”. “Ela é necessária para que as pessoas usem mais a empatia, a fraternidade. Para que eu veja o outro como uma família”, disse.

 A live completa você confere no CFAPlay. Clique aqui e confira.




Ana Graciele Gonçalves

Assessoria de Comunicação CFA