É preciso capacitação para trabalhar com compras públicas

É preciso capacitação para trabalhar com compras públicas

Quando se pergunta quem quer trabalhar nesse setor, poucas são as pessoas que se manifestam positivamente, segundo o auditor federal de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União (CGU), João Luiz Domingues.

Ele é pós-graduado em Orçamento Público pelo Instituto Serzedello Corrêa (ISC) e em Gestão Pública pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap). No ADM Entrevista desta quarta-feira (29), falou sobre gargalos, legislação e instrumentos e habilidades necessárias ao profissional que atua no segmento.

Uma das coisas que eu acho importante e que hoje a gente não tem – que é uma das grandes dificuldades da Administração Pública – é você ter a carreira de comprador público. Normalmente, se faz um concurso para técnico administrativo, analista administrativo e o servidor acaba sendo deslocado para a área de compras e ele não tem a expertise para atuar”, aponta Domingues.

O Decreto n.º  10024/2019 que regulamenta o Pregão Eletrônico, e a Lei de Licitações e Contratos Administrativos (Lei n.º 8.666/1993), que estabelece normas gerais sobre licitações e contratos administrativos no âmbito dos poderes da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios também foram abordados na entrevista.

O auditor lembrou que a governança tem um tripé formado pela liderança, estratégia e controle e frisou que o “servidor tem que reconhecer o seu papel dentro do processo de governança, de aquisições de compra. Saber o quanto ele é importante para os resultados a serem obtidos”. Para isso, um dos pilares é a motivação.

Domingues também passou indicações de livros, artigos e o site em que disponibiliza as informações mais atualizadas sobre Governança em compras públicas.

Assista à entrevista na íntegra aqui.

Assessoria de comunicação CFA