Crise da segurança é um problema de gestão

Crise da segurança é um problema de gestão

Em Debate Qualificado, César José de Campos aponta os gargalos da segurança pública no país e diz que é preciso vontade política para superar tais desafios

O Conselho Federal de Administração (CFA) realizou hoje, 9 de fevereiro, mais uma edição do Debate Qualificado. O tema do evento foi “Crise nos presídios e a experiência da Delegacia Legal do Rio de Janeiro” e contou com a participação do Adm. César José de Campos.

No final da década de 1990, César Campos recebeu a missão de coordenar o projeto Delegacia Legal criado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro. Na época, a população tinha uma imagem muito negativa da polícia fluminense e ir até uma delegacia amedrontava muitas pessoas. “O projeto foi criado para modernizar a polícia do Rio e mudar essa realidade”, diz.

Uma das estratégias adotadas pelo Programa foi chamar as universidades para participar dos projetos na área de segurança. Foi criado, ainda, um Grupo Executivo do Programa Delegacia Legal com autonomia financeira e orçamentária para executar a iniciativa.

O Programa repaginou, ainda, a arquitetura das delegacias e pôs fim às carceragens que existiam na época. Para se ter ideia, em apenas uma delegacia localizada na zona sul do Rio havia quase 400 presos. Outro marco do Programa foi o uso intensivo de tecnologias, informatizando todo o sistema da polícia. De acordo com César, tais medidas tirou o policial de funções estranhas ao trabalho de investigação. “Aumenta o efetivo, aumenta a eficiência e a eficácia da polícia”, explica. Além disso, informatizou todo o sistema.

Apesar da resistência da polícia devido as fortes mudanças propostas pelo Programa,  a experiência da Delegacia Legal no Rio de Janeiro deu tão certo que recebeu o prêmio Dubai International Award for Best Practices, da UN-Habitat.

Falta gestão – A crise na segurança pública do Brasil é, segundo o palestrante, um problema antigo. “O sistema está todo desequilibrado. Não é só problema desse ou daquele presídio. Sistema sempre esteve em crise, a segurança está com problemas há décadas”, conta. Ele acredita que é possível mudar a segurança, mas para isso é preciso atenção governamental. “Podemos fazer um caminho diferente na segurança, mas é um trabalho incansável, interminável, que não para”, afirma.

Entre as propostas para tentar amenizar tais problemas são os mutirões de vários órgãos para acabar com a superlotação, pois muitos dos presos ainda não foram julgados. É preciso, ainda, segundo César Campos, fazer uso intensivo de tecnologia para coibir a entrada de armas e celulares nas cadeias, além de cortar o sinal desses aparelhos eletrônicos nos presídios.

César Campos aponta esses e outros caminhos, mas resume o problema em apenas duas palavras: falta de gestão. Ele acredita que o Administrador profissional precisa se inserir nos debates sobre segurança pública e administração penitenciária. “A gente tem condição de resolver e ajudar”, garante o administrador.

Confira a íntegra do Debate Qualificado com o Adm. César José de Campos no CFATV – https://www.youtube.com/CFATVoficial

Sobre o Debate Qualificado – O projeto do CFA, coordenado pela Câmara de Estudos e Projetos Estratégicos (CEPE), visa promover a discursão de temas de grande repercussão social e o compartilhamento de conhecimento na área da ciência da Administração.

Os Debates são realizados durante as Reuniões Plenárias e conta com a presença dos 27 conselheiros federais da autarquia. Até então, o evento era fechado para este público, mas a partir dessa edição, o Debate será transmitido, ao vivo, pelo CFATV, o que permitirá que profissionais de Administração de todo o país e demais interessados possam participar do evento.

Deixe uma resposta

Fechar Menu