CRA-TO recebe o Sistema Eletrônico de Informações

CRA-TO recebe o Sistema Eletrônico de Informações

Uma equipe do Conselho Federal de Administração (CFA) está no Conselho Regional de Administração do Tocantins (CRA-TO) para auxiliar na implantação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI). Esse é o 16º Regional a receber a ferramenta tecnológica que, além de promover a otimização de tempo, custos e recursos, promove, também, a padronização dos procedimentos do Sistema CFA/CRAs.

Para o presidente do CRA-TO, Francisco Costa, esse é um momento de muita alegria, pois inaugura um novo modelo de gestão documental no CRA. “Isso gera resultados concretos no que se refere à eficiência, economicidade, ganho de tempo, de confiabilidade e de transparência na tramitação eletrônica”, disse. Ele aproveitou para agradecer ao CFA pelo apoio e ressaltou que a rotina administrativa do Conselho Tocantinense passará a ser totalmente digital com o SEI. “Essa modernização da gestão interna aperfeiçoa as atividades e permite maior celeridade no atendimento ao público”, explicou.

O vice-presidente do CFA e conselheiro federal pelo Tocantins, Rogério Ramos, falou que o SEI no Tocantins é um sonho antigo. “Ele se materializa agora com a implantação e capacitação dos servidores, para operá-lo. A agilização dos processos e a economia com papéis e materiais de expedientes serão grandes. Efetividade e economicidade são pilares desta magnífica ferramenta tecnológica”, elogiou Rogério.

A implantação do SEI aos colaboradores e conselheiros do CRA-TO começou ontem, 2, e segue até sexta-feira (6). O treinamento oferecido e ministrado pelos colaboradores do CFA, com a presença da coordenadora da Câmara de Estudos e Projetos Estratégicos (CEPE), Juliana dos Reis; do chefe do Protocolo do CFA, Hércules Martins; do coordenador de Informática, José Carlos Ferreira e do analista de Banco de Dados, Tiago Daniel. 

“O CFA propõe a implantação do SEI para agilizar o trâmite documental entre o Sistema CFA/CRAs e, além de reduzir os custos com papel e impressão, o método agrega transparência, segurança e sustentabilidade ambiental aos trâmites administrativos”, afirmou a coordenadora da CEPE.

Desenvolvida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, a ferramenta de tramitação de processos resulta em economia de, pelo menos, 50% dos custos em logística e em material de consumo para os documentos, como papel, tinta e transporte. O SEI foi cedido gratuitamente para o CFA e os CRAs.

 

Assessoria de Comunicação CFA