Comitê se reúne para avaliar Programa Instituição Amiga do Empreendedor

Comitê se reúne para avaliar Programa Instituição Amiga do Empreendedor

O Comitê Gestor Nacional do programa Instituição Amiga do Empreendedor (IAE) se reuniu, no dia 7 de março, no Ministério da Educação. O Conselho Federal de Administração (CFA) é parceiro do projeto e, na reunião, foi representado pelo diretor de Formação Profissional do CFA, Mauro Kreuz.

No encontro, o Comitê avaliou a adesão das Instituições de Ensino Superior (IES) à IAE. Além disso, discutiu o desenvolvimento da tecnologia mobile para facilitar o acesso e a adesão das IES e dos empreendedores ao programa, bem como ao conteúdo que o projeto oferece.

Até o momento, o IAE tem a adesão de 162 IES, sendo 62% faculdades, 20% centros universitários, 15 universidades e 3% institutos federais. Minas Gerais tem o maior número de adesões: são 38 IES. Em seguida vem o estado de São Paulo com 23 adesões. Em terceiro e quarto lugar estão o Rio Grande do Sul com 15 instituições participantes e o Paraná com 12.

A expectativa é contar com a adesão de mais de 500 instituições de Ensino Superior e capacitar mais de 100 mil empreendedores em 2018.

Sobre o Programa – O Instituição Amiga do Empreendedor (IAE) é uma parceria da Secretaria de Educação Superior (Sesu), do Ministério da Educação, com a Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa (Sempe), do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), e conta com apoio de algumas entidades, entre elas o CFA.

O projeto visa fomentar a qualificação e a profissionalização de micro e pequenos empresários. Para isso, são capacitados alunos e professores dos cursos de Administração, de Ciências Contábeis e de tecnologia em gestão para aprimorar conhecimentos sobre empreendedorismo. O diretor de Formação Profissional da autarquia, Mauro Kreuz, elaborou o protótipo do projeto que serviu de base para o programa.

As instituições de ensino superior credenciadas pelo MEC interessadas podem aderir voluntariamente ao programa. A partir daí, elas têm acesso ao material do Sebrae sobre empreendedorismo. Um dos objetivos do projeto é estabelecer um diálogo com a comunidade. Os moradores da região onde se localiza a universidade parceira também podem ter acesso ao programa Instituição Amiga do Empreendedor.

 

Assessoria de Comunicação CFA

Fechar Menu