A gestão das organizações através das artes

A gestão das organizações através das artes

Tão importante quanto a incorporação de experiências do passado é a antecipação do futuro. As duas percepções temporais permitem ao indivíduo como pessoa e profissional diagnosticar melhor sua  atuação  na sociedade em que vive e, por extensão, na organização em que atua.

Administrar a inovação é a tarefa essencial do Administrador. Como transformar o novo no economicamente produtivo é o seu desafio cotidiano em busca da excelência de desempenho.

Através dos Ciclos de Debates Culturais, um programa educacional de estudos da gestão das organizações através das artes, o CFA – Conselho Federal de Administração  pretende oferecer simultaneamente aos participantes uma oportunidade sui-generis de reflexão sobre as intervenções dos Administradores na integração das necessidades ambientais e organizacionais, sobre os impactos dos estilos de liderança praticados pelos empreendedores, e sobre as necessidades de adaptação e de desenvolvimento das modelagens organizacionais aos desafios provocados pela alucinante inovação tecnológica.

Qual o papel do Administrador como gestor de mudança e quais as suas responsabilidades junto à ambiência organizacional em que desempenha suas atividades?

A discussão do premiado filme Delmiro Gouveia, de Geraldo Sarno, representante brasileiro no Festival de Cannes em 1978, é um típico caso brasileiro de inovação gerencial e um registro cinematográfico singular da vida do legendário industrial nordestino, que alterou os padrões de vida de sua época e estabeleceu importantes marcos para o desenvolvimento nacional.

Mais do que a mera reedição de um Barão de Mauá Nordestino, Delmiro Gouveia também provocou mudanças tectônicas próprias na realidade brasileira: não só pela exploração pioneira da Usina de Paulo Afonso, no Rio São Francisco, como também por garantir à Cidade da Pedra, hoje Cidade Delmiro Gouveia em Alagoas, então sede de seu empreendimento industrial, a melhor qualidade de vida urbana de todo o País à época, assim como os melhores sistemas operacionais de saneamento e de luz elétrica, de educação e de saúde, de transporte e de previdência social.

A análise e a avaliação crítica do filme Delmiro Gouveia à luz das teorias das organizações traçarão o paralelo conceptual e operacional existente entre a vida real do personagem e as características e peculiaridades dos estilos de liderança adotados por dirigentes empresariais inovadores.

Ao lado da transmissão de conhecimentos tradicionalmente entendida como “técnicos” é mister utilizar-se outros recursos  educacionais conducentes à ampliação de perspectivas dos participantes, ao posicionamento do homem como ser integral e em constante desenvolvimento.

Nada melhor para se analisar e se compreender a vida dentro das organizações do que partir da constatação de como é a vida fora delas, que similitudes e distanciamentos apresentam.

A matéria-prima encontra-se nas obras e em exemplos  fornecidos ao longo dos tempos através de manifestações artístico-culturais: teatro, cinema, história, a música, literatura, pintura e assim por diante.

Existe melhor maneira de estudar o aspecto inovação, e todas as demais dimensões das funções gerenciais,  no mundo das organizações e no universo da sociedade?

Achamos que não!

Por isso, fica aqui o convite para que você mergulhe conosco nesse universo do conhecimento organizacional ainda a descobrir, de reflexão e de análise, de intercâmbio de aprendizagens, e de mudança.

Wagner Siqueira
Presidente do Conselho Federal de Administração

Fechar Menu