55 anos da Administração: que profissional você quer ser no futuro?

55 anos da Administração: que profissional você quer ser no futuro?

Em 9 de setembro celebramos o Dia do Profissional de Administração. Esta é uma data muito significativa para o Sistema Conselhos Federal e Regionais de Administração (CFA/CRAs), pois foi neste dia, em 1965, que a profissão foi regulamentada. São, portanto, 55 anos de história, mas sabemos que a ciência da Administração é tão antiga quanto a sociedade.

Não pretendemos fazer um resgate histórico da nossa profissão, mas é importante relembrar que decidir, identificar e solucionar problemas em uma organização são tarefas que são desempenhadas desde o final do século XIX. Nascia, naquela época, a profissão de Administrador. De lá pra cá, muitas revoluções aconteceram pelo mundo e, em todas elas, este profissional desempenhou um papel fundamental.

Estamos em meio a uma nova revolução: a 4.0. Ela veio junto com muitas tecnologias e conceitos como nanotecnologia, neurotecnologia, biotecnologia, robótica, inteligência artificial e armazenamento em nuvem, que passaram a fazer parte do vocabulário de muitos gestores. Quem ainda achava que essa transformação iria demorar mais um pouco, foi pego de surpresa com a chegada repentina da pandemia da Covid-19.

A doença, ainda sem cura ou vacina, acelerou o futuro, mudou os hábitos e a rotina das pessoas e passou a exigir dos profissionais um comportamento muito mais proativo e disruptivo. Especialistas dizem, inclusive, que a Revolução 5.0 já está batendo na nossa porta: aquela em que homens e máquinas trabalham em conjunto de forma a garantir o crescimento econômico, porém sustentável e sem esquecer das questões sociais.

Estamos em uma era digital em que muitas rotinas estão ou estarão centradas em inteligência artificial. Veja o exemplo do People Analytics: máquinas selecionam currículos e cruzam dados para aumentar o engajamento dos colaboradores dentro da organização. A tecnologia 5G, que ainda era um assunto que parecia distante, começou a chegar ao Brasil.

Porém, muito mais do que internet rápida, o 5G promete criar novos segmentos de negócios e produtos e fomentar uma sociedade cada vez mais conectada. A internet das coisas está aí para provar que é possível, sim, unir o mundo físico com o digital por meio de dispositivos que se comunicam uns com os outros.

E onde o profissional de Administração entra nessa história? Todos sabem que a Administração é uma profissão de múltiplas competências. É o administrador quem vai pensar no planejamento estratégico da organização, traçará estratégias a curto, médio e longos prazos, gerenciará recursos financeiros e humanos, fará controle e entrega de materiais, entre outros. É a falta de gestão profissional que tem causado a morte de muitas empresas e basta analisar a pesquisa feita pelo Conselho Federal de Administração para comprovar essa constatação: 52,1% dos empregadores não desenvolvem qualquer metodologia de gestão de riscos em seu negócio.

Sem planejamento não há empresa que resista a crise. E o profissional de Administração domina as ferramentas técnicas necessárias para ajudar os negócios a vencerem desafios. Mas ele também precisa caminhar junto com todas essas transformações que estão ocorrendo no mundo e, cada vez mais, o mercado tem exigido Administradores prontos para encarar essa sociedade disruptiva. Como gestores e líderes, temos a missão de garantir que a criatividade e as nossas habilidades trabalhem com a inteligência artificial, mas sem perder valores humanos fundamentais. Teremos que usar essas tecnologias para diminuir as desigualdades, inclusive no campo do trabalho.

A aprovação das novas Diretrizes Nacionais Curriculares do curso de Bacharelado em Administração foi um grande avanço, pois o ensino precisa estar alinhado com todas essas mudanças. O mercado quer profissionais que dominem as técnicas de Administração, mas é preciso ir além: a academia tem que ajudar a formar as competências para que este futuro profissional consiga fazer as entregas que o mundo já está exigindo de todos nós.

Por isso, nestes 55 anos da Administração, propomos esta reflexão. Que profissional você quer ser no futuro? E o que você tem feito hoje para vir a tornar-se o Administrador imprescindível no mercado de trabalho? Quanto aos vanguardistas desta profissão, a nossa eterna gratidão. Afinal, o nosso presente foi talhado pelas mãos de quem, no passado, trabalhou e lutou com firmeza e propósito para promover a ciência da Administração.

Neste 9 de setembro, temos muito o que celebrar. Em plena crise, vocês estão garantindo a vida de muitas empresas e organizações. Infelizmente, estamos em um momento da história em que os abraços e apertos de mãos estão proibidos, mas sintam-se fortemente acolhidos e abraçados pelo Sistema CFA/CRAs neste momento de festa e júbilo.

A todos e todas profissionais de Administração do Brasil: parabéns!!! Não fiquem parados: aproveitem as oportunidades que a crise oferece e crie. Sejam os protagonistas de suas carreiras, tornem-se imprescindíveis para o mercado e façam a diferença! 

Adm. Mauro Kreuz

Presidente do Conselho Federal de Administração

 

Adm. Rogério Ramos

Vice-presidente do Conselho Federal de Administração