Sistema CFA/CRAs se reúne para alinhar o planejamento estratégico dos próximos quatros anos

Sistema CFA/CRAs se reúne para alinhar o planejamento estratégico dos próximos quatros anos

O Conselho Federal de Administração (CFA) esteve reunido, em Brasília, nos dias 30 e 31 de agosto para a elaboração do próximo planejamento estratégico do Sistema CFA/CRAs, quadriênio 2019/2022. O evento contou com a participação de cerca de cem participantes. Na ocasião, fizeram a abertura dos trabalhos o presidente do CFA, Wagner Siqueira, o diretor de Formação Profissional e coordenador do Planejamento Estratégico, Mauro Kreuz e representando o presidente do CRA-DF, Udenir de Oliveira, o diretor de Administração e Finanças do regional candango, Eduardo Vieira. Em sua fala inicial, o presidente do CFA destacou quais os rumos que o Sistema CFA/CRAs deve tomar: “Inovação não é só pensar no novo, é preciso tornar realidade. Precisamos fazer as ideias se tornarem realidade efetiva em nosso Sistema”.

Com o tema “Para onde vai a administração e onde devemos ir”, o seminário contou com a presença do presidente executivo da Azul Linhas Aéreas, o administrador José Mario Caprioli. Ele apresentou a palestra “Azul: uma visão Estratégica”, onde mostra o ciclo de planejamento da companhia aérea. Segundo Caprioli, o intuito da palestra é provocar os administradores e colaboradores do CFA e dos CRAs a iniciarem um novo jeito de gerenciar, o modelo 4.0: “Eu não acredito nos ‘7 passos do sucesso’, milagres para ser bem-sucedido. O que acredito é numa gestão bem planejada, em uma equipe bem treinada”. A palestra do Caprioli abriu o evento para gerar a inspiração necessária para levar os participantes a pensarem no planejamento estratégico do Sistema. Depois da palestra, os participantes fizeram trabalho em grupos.

Já é tradição do CFA convidar CEOs importantes para participarem de eventos do tipo. No seminário passado, a autarquia trouxe o ex-presidente da Fiat no Brasil, Cledorvino Belini. De acordo com Mauro Kreuz, diretor de Formação Profissional do CFA, a ideia é mostrar que o planejamento estratégico não é um componente decorativo que você faz e deixa na gaveta. “Ele, se bem elaborado e bem experimentado, gera impactos extraordinários e os exemplos desses executivos falam por si”, falou. Ainda segundo Mauro, os dias do seminário são de intenso aprendizado e troca de experiências: “A administração 4.0 veio para o mundo de várias mudanças, temos que refletir sobre o futuro, imaginando para onde vai administração e para onde os administradores devem ir”.

Relembrando os eventos da autarquia neste ano, como o Fórum CFA de Gestão Pública e o Encontro Brasileiro de Administração – Enbra, o presidente do CFA, Wagner Siqueira, ressaltou como é importante participar de eventos para discussão da atual questão, ‘Para onde vai a Administração’. Segundo ele, “o novo rumo se faz com novas ideias. Quando pensamos em um rumo, pensamos logo no caminho, mas o caminho só se faz quando soubermos para onde vamos e, segundo, como você chega lá”, completou o líder do CFA.

O Seminário de Reflexões Estratégicas utilizou a metodologia do Oceano Azul, a mesma usada na edição passada do evento. Esse método é um conceito apresentado no livro homônimo. A obra diz que a melhor forma de superar a concorrência é parar de tentar superá-la, o que, segundo o autor, seria buscar mercados ainda não explorados, chamados pelos autores como o conceito de “oceano azul”. Nesse sentido, o seminário levou os participantes a pensarem sobre as ações que o Sistema tem desenvolvido.

Fechar Menu