Senhas para votar já foram enviadas: saiba como trocá-las

Senhas para votar já foram enviadas: saiba como trocá-las

No próximo dia 28 de outubro, o Conselho Federal de Administração (CFA) realizará as Eleições do Sistema CFA/CRAs para renovar vagas para conselheiros federais e regionais. Este será o sétimo pleito a acontecer em ambiente totalmente virtual e, para garantir uma votação segura, o CFA enviou as senhas eletrônicas provisórias para os profissionais de Administração habilitados a participarem deste momento democrático.

As senhas foram enviadas por via postal, e-mail ou SMS. Segundo o conselheiro federal e coordenador da Comissão do Processo Eleitoral do CFA, Hércules Falcão, quem já recebeu a correspondência, precisa acessar o endereço eletrônico www.votaadministrador.org.br, clicar na opção “trocar senha”, preencher os dados solicitados e confirmá-los. “Este site também habilitará o eleitor em caso de perda ou esquecimento de senha. O processo é totalmente organizado e pode ser feito em casa”, explicou.

Hércules ressalta, ainda, a importância de o profissional de Administração participar das eleições do Sistema CFA/CRAs. “Primeiro, o voto é obrigatório. Além disso, é uma questão de cidadania contribuir com uma profissão tão importante para o país e que gera grande interesse público, principalmente nesse momento que estamos vivendo um mundo de mudanças”, disse o coordenador da CPE/CFA.

Em recente artigo, o presidente da autarquia, Mauro Kreuz, falou que os profissionais de Administração que se engajam nas eleições estão, direta ou indiretamente, ajudando a construir uma profissão mais forte e reconhecida pela sociedade. “Quer ajudar o Sistema CFA/CRAs a construir um futuro mais promissor para a profissão? Então exerça seu direito e seu dever legal nas eleições! A sua participação fará toda a diferença”, conclamou ele.

As eleições virtuais do Sistema CFA/CRAs são auditadas e o sistema utilizado para realização do pleito já passou pelo crivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sendo bastante elogiado nas análises. Em razão da transparência e da segurança, o conselho tem sido referência para diversos órgãos que desejam implementar votações on-line.

Ana Graciele Gonçalves

Assessoria de Comunicação CFA