You are currently viewing RBA 142, mais uma edição pronta para você

RBA 142, mais uma edição pronta para você

A RBA 142 está no ar, com uma série de novidades que interessam tanto aos profissionais de administração e gestores públicos quanto aqueles que atuam em instituições privadas. Amparada pelo momento atual, em que a saúde ganhou amplo protagonismo, esta edição mostrará o que está por trás da administração de instituições públicas e privadas, em geral.

Aspectos como a governança pública (modo como são gerenciados os recursos materiais, sociais e econômicos) serão destrinchados a fim de ajudar, você, leitor, a compreender o momento atual do mundo e pensar soluções em prol do país e da coletividade, em geral. Ainda estão inclusos nesse escopo os temas Accountability (que almeja, acima de tudo, o controle e a transparência nas organizações) e o Compliance (estratégias e soluções voltadas ao cumprimento das leis).

Sem perder a objetividade típica da administração, o tema mensuração de resultados ganhou outra relevância, nesta edição, ao destrinchar o que são e como medir índices como o ROI, KPIs e ticket médio, em ações empreendidas. Tais ferramentas são essenciais na busca por horizontes mais favoráveis, ao momento atual, e mesmo após a finalização do fenômeno sanitário.

De olho no futuro, na edição 142 especialistas analisam como será o provável cenário de mercado, em especial as vendas presenciais, nos próximos anos. Com a popularização das compras pela internet durante a pandemia — amparadas pelo conforto do próprio lar—, as vendas em lojas físicas ganham nova roupagem e necessitam do olhar atento de quem atua no setor.

Na mesma linha, novas e melhores maneiras de agregar valor ao próprio trabalho também foram assunto da RBA, na matéria “Arte, amiga das vendas”. Nela, profissionais gabaritados falam sobre o que o comércio pode aprender e se desenvolver, ao adicionar uma pitada de criatividade, neurociência e estudos sobre o comportamento do consumidor.

Tendências de mercado de diferentes tipos, tais como Economia Circular, Empresas Humanizadas e Empreendedorismo Social — esta última matéria de capa —, também aparecem como destinos inevitáveis que surgiram nos últimos anos e encontram, neste momento, seu ápice de consolidação. Na base de todas as mudanças, questões socioambientais influenciam a transformação das zonas urbanas em cidades sustentáveis.

Agora clique aqui e conheça melhor cada um dos assuntos.

Leon Santos – editor