Presidente do CFA cumpre agenda de compromissos durante XVI FIA

Presidente do CFA cumpre agenda de compromissos durante XVI FIA

Antes de iniciar os trabalhos do terceiro e último dia do XVI Fórum Internacional de Administração (FIA), o presidente do Conselho Federal de Administração (CFA), Mauro Kreuz, participou de reunião com o governador em exercício do Tocantins, Wanderlei Barbosa. Na oportunidade, eles conversaram sobre as contribuições que os profissionais de administração podem dar para a profissionalização da gestão pública.

Para Kreuz, em 30 anos o Tocantins demonstrou para o Brasil para que veio. “Deixou também uma lição de competência. Não conheço outro estado como este, que tenha dado tantos bons exemplos de gestão profissional”, elogiou o presidente.

Um dos pontos destacados durante a reunião com o governador foi a atuação do CRA-TO. Kreuz ficou impressionado com a conexão do Regional na governança estadual e municipal. “Isso deveria servir de exemplo para todo o Brasil. A administração, quando bem utilizada, traz inúmero benefícios.”, pontuou.

Wanderlei falou da satisfação em receber os profissionais de administração em Tocantins. Ele pontuou, ainda, que as entregas em áreas essenciais como saúde são possíveis por causa do trabalho dos administradores e pessoas que têm coragem de enfrentar os problemas. Em seguida, ele fez referência ao secretário da Administração do estado do Tocantins, Edson Cabral de Oliveira, e do secretário da Saúde do Tocantins, Renato Jayme. Ambos são administradores, fazem parte do Sistema CFA/CRAs e estão ajudando o estado a promover uma gestão mais profissional e eficiente.

Mauro Kreuz também se reunião com o a Organização Latino-americana de Administração (OLA). O encontro teve a presença do presidente da entidade, Héctor Félix Stoppini. Para Kreuz, o discurso atual está saturado, fácil e sem propósitos práticos. “Temos que falar menos e fazer mais”, disse. Ele lembrou, ainda, que a administração é uma profissão que oferece uma carreira ampla, mas o mundo do trabalho requer muitas competências. “Temos que nos adiantarmos as mudanças”, enfatizou.

Conselheiros do CFA e membros da diretoria da autarquia também participaram da reunião com a OLA e com o governo do Tocantins.

 

 

Fechar Menu