Mauro Leonidas fala da necessidade de se reinventar em tempo de crise

Mauro Leonidas fala da necessidade de se reinventar em tempo de crise


Administrador participou do “Gestão dos empreendimentos em tempo de crise”. Na ocasião, ele falou do cenário econômico atual e ressaltou a importância de focar nas oportunidades

O Conselho Federal de Administração (CFA) deu início, na tarde desta segunda-feira, 30, a uma série de lives no Instagram (@cfaadm) sobre “Gestão dos empreendimentos em tempo de crise”. A iniciativa visa levar aos micro e pequenos empreendedores dicas de como superar as adversidades que o coronavírus trouxe para o mundo dos negócios.

Quem abriu a live foi o administrador Mauro Leonidas. Nesse primeiro episódio, ele deu um panorama geral sobre o mundo dos negócios. Ele iniciou sua fala ressaltando que não iria falar de crise. “Prefiro focar nas oportunidades”, comentou o professor.

Leonidas explicou que as microempresas, no Brasil, nascem da crise. É o que ele chamou de “empreendedorismo da necessidade”. O administrador lembrou, ainda, que nesse cenário também estão muitos micro empreendedores individuais, os chamados MEIs. Contudo, é preciso achar uma alternativa em meio a essa situação. “Sempre gosto de falar sobre a Indústria 4.0. Lembro que muitos empresários mais resistentes rejeitaram essa realidade por achar que era algo distante. Mas a tecnologia está aí para nos ajudar”, explicou.

Para exemplificar, o professor citou a situação vivida por muitos restaurantes no país. Para mitigar a propagação do coronavírus, esses estabelecimentos estão, temporariamente, fechados em boa parte do Brasil. Para minimizar as perdas, muitos aderiram ao serviço delivery, por meio de aplicativos que entregam a refeição na casa do cliente.

A mesma mudança foi sentida na área da educação. Mesmo aquelas instituições que não estão autorizadas pelo Ministério da Educação para fazer o ensino a distância, foram liberadas para disponibilizarem aulas on-line. “Ou seja, tiveram também que se adaptar. Existem diversas metodologias. Esse é o momento para você se reinventar”, motivou Leonidas.

Informação é tudo

O conhecimento é um ativo importante para atravessar uma crise. O primeiro passo, segundo o administrador, é observar, no seu estado, que medidas o governo local está adotando para ajudar esses empreendimentos a superarem a crise. “Há boas opções de empréstimos e financiamentos com carência atrativa”, informou.

Na live, Mauro Leonidas citou um relatório da Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE). No documento estão descritas as ações que o governo federal adotou para minimizar os impactos econômicos que o coronavírus gerou no país. Também estão relatadas no relatório as medidas adotas pelo Sistema Nacional de Fomento no combate a crise.

Outro olhar para a empresa

O que precisamos fazer para atravessar essa crise? Leonidas reforçou, mais uma vez, que as empresas precisam se reinventar. “Isso pode incluir, inclusive, mudar o ramo do negócio. É preciso trabalhar a produtividade e a inovação. Elas precisam andar juntas. É aproveitar o momento para olhar a empresa de fora e encontrar alternativas para seguir”, ensinou o professor, lembrando que o colaborador também precisa se reinventar. “Temos que achar dezenas de saídas, mas vamos sair dessa crise”, afirmou.

Dicas urgentes e práticas

Por fim, Leonidas recomendou que, nesse momento, os empreendedores observem o fluxo de caixa. Caso necessário, diz ele, vale a pena negociar o aluguel do ponto e negociar com colaboradores e fornecedores. “Nesse momento, todos estão dispostos a fazer acordos. Caso contrário, todos irão perder.”, finalizou.

Anote aí

As lives acontecerão durante toda essa semana, ao vivo, a partir das 14h, no Instagram do CFA. Confira, abaixo, o calendário dos próximos temas que serão abordados nas lives.