Protagonismo feminino: administradoras definem ações para 2020

Protagonismo feminino: administradoras definem ações para 2020

Administradoras do Sistema CFA/CRAs se reúnem em Palmas. Na segunda fase do II Fórum das Profissionais de Administração, a meta é definir as ações que serão prioridade em 2020

A programação do XVI Fórum Internacional de Administração (FIA) está intensa. O evento, que acontece desde terça-feira, 1º, terminará hoje. Apesar das intensas atividades propostas no FIA, as mulheres do Sistema Conselhos Federal e Regionais de Administração (CFA/CRAS) encontraram tempo e disposição para a segunda fase do II Fórum das Profissionais de Administração.

No evento, realizado pelo CFA por meio da Câmara de Relações Internacionais e Eventos em junho deste ano, cerca de 50 mulheres levantaram inúmeras ações voltadas para o empreendedorismo feminino, atuação política das mulheres, conciliação e moderação de conflitos, divisão de tarefas domésticas, aproximação do Sistema/CRAs com empresas e MPEs, entre outros.

Nesta segunda etapa, que começou ontem, 2/10, elas estão reunidas para eleger quais destas ações serão prioridade. A intenção é elaborar um documento com os projetos eleitos e apresentar para a diretoria e o plenário do CFA. Caso sejam aprovadas, as ações começaram a ser executadas no próximo ano.

Segundo a diretora de Estudo e Projetos Estratégicos do CFA, Gracita Barbosa, na primeira fase do Fórum, as mulheres apresentaram 47 sugestões de ações. “Nós estamos trabalhando para priorizar e escolher 10 ações”, disse.

O encontro das mulheres ocorre no Conselho Regional de Administração do Tocantins (CRA-TO). A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, esteve no local para participar da reunião. Na oportunidade, ela conversou com as administradoras e falou dos desafios de ser mulher, profissional, mãe e esposa e como faz para gerenciar a cidade e a vida pessoal.

Inauguração

As mulheres do Sistema CFA/CRAs também prestigiaram a inauguração do novo estacionamento do CRA-TO. O espaço foi construído com recursos do Programa de Desenvolvimento dos Conselhos Regionais de Administração (Proder).

Para o vice-presidente do CFA, Rogério Ramos, que é conselheiro federal pelo estado do Tocantins, o objetivo do estacionamento é oferecer maior conforto para os profissionais de administração que procuram o CRA-TO. Ele lembrou, ainda, que o espaço foi autorizado pela prefeitura de Palmas. “Dessa forma, o Regional dá exemplo para todas empresas e instituições, que podem contribuir com a urbanização e embelezamento da cidade”, afirmou, lembrando que, no estacionamento, também há jardins.

 

Fechar Menu