Ferramenta criada na Unifap ajuda empreendedores em tempo de crise

Ferramenta criada na Unifap ajuda empreendedores em tempo de crise

Com o objetivo de auxiliar ações de atendimento aos microempreendedores individuais e microempresas diante da pandemia da Covid-19, o administrador e professor do curso de Administração da Universidade Federal do Amapá (Unifap), Cláudio Márcio Campos de Mendonça, desenvolveu a ferramenta Easy Strategic Canvas. A proposta faz parte do projeto de extensão universitária “Gestão Estratégica nas Organizações”.

A iniciativa coordenada por Cláudio já conta com, aproximadamente, 50 alunos voluntários do curso de Administração da Unifap. A ferramenta tem como objetivo direcionar o desenvolvimento co-criativo e ágil do planejamento estratégico e acompanhamento do plano de ação. Ela integra de forma fácil e colaborativa em uma única tela as ferramentas de gestão: SWOT, OKR e 5W2H.

Como funciona a Easy Strategic Canvas? 

Por meio de uma metodologia ágil, ela integra áreas e ferramentas de relevância e simplicidade em administração. Para usar o Easy Strategic Canvas, o primeiro passo é o preenchimento das diretrizes estratégicas, informando elementos como missão, visão, proposta de valor e segmentos de clientes. Os últimos dois elementos estão relacionados com o Business Model Canvas de Alexander Osterwalder.

Na segunda etapa, é feita a análise ambiental com a ferramenta SWOT. O passo seguinte é para ser executado o preenchimento dos objetivos estratégicos e, nesse ponto, é necessário usar como base os elementos dos dois primeiros passos. Além disso, é utilizada a ferramenta OKR para criação dos objetivos a serem alcançados.

Ao chegar no quarto passo, serão definidos os resultados-chave desejados. Eles são integrados com os objetivos definidos na etapa anterior. Já no quinto e último passo, é possível criar e acompanhar o plano de ação, que é construído com a ferramenta 5W2H e integrada com os quatro passos anteriores. É possível comparar os resultados-chave com elementos quantitativos previstos e realizados, além do percentual de execução das ações da etapa cinco.

Com a flexibilidade da ferramenta, os MEIs e as microempresas podem fazer planejamento estratégico e acompanhamento do plano de ação em ciclos curtos de tempo: três, seis e doze meses. A ideia é que o preenchimento seja feito com os integrantes da empresa e de forma cocriativa.

Conheça a ferramenta em www.escanvas.com.br

 

Fonte: CRA-AP