You are currently viewing RBA 149 – Disruptividade em prol da administração

RBA 149 – Disruptividade em prol da administração

A RBA sai mais uma vez na frente, com a edição 149, ao abordar temas quentes que são tendências ou realidade no mercado de trabalho e na sociedade. Um exemplo é a matéria de capa, intitulada Um em dois, que mostra fenômeno no qual um funcionário celetista trabalha para duas empresas diferentes, na mesma jornada de trabalho.

Fruto do home office, a novidade não é ilegal, mas há limites para que seja realizada sem que ofereça risco de demissão. Seja pela oportunidade de aumentar a renda ou mesmo complementá-la, o fenômeno tem se tornado comum em outros países e já chegou ao Brasil.

A financeirização da economia também é abordada nas páginas a seguir, uma vez que ela contribuiu para a diminuição do número de indústrias no país, na visão de pesquisadores. Já sobre o mercado consumidor, o tema reduflação aparece como novidade e desperta curiosidade sobre o que é o termo e o que ele significa.

Carreira e gestão

Outra reflexão, desta vez sobre carreira, aparece na matéria ‘especialista ou generalista’. Nela, o leitor verá em qual perfil vale mais a pena investir ou mesmo descobrir como o mercado avalia as duas características.

Já na matéria ‘finanças na administração, é possível compreender por que a área é de vital importância para os gestores e para as empresas. Além de abarcar diferentes funções, você verá por que ela é fundamental para a sobrevivência das organizações.

Outra área abordada na RBA 149 é a ‘administração estratégica. Saiba o que é o setor e disciplina, de mesmo nome, que englobam as melhores cabeças das empresas e suas funções que englobam, sobretudo, planejamento e inteligência de mercado.

A administração governamental é mais uma vez posta em cheque, quando o assunto é aplicação de recursos públicos. Na matéria ‘Show de gastos’, fatos recentes sobre cachês de cantores famosos, em municípios cuja renda total equivale a uma noite da atração, mostra a importância de aplicar boas práticas de gestão profissional no âmbito dos municípios.

Boas práticas

Já no quesito novidade, a simplificação da linguagem nos contratos e a redução do número de páginas são temas da matéria ‘juridiquês, para quê?‘. Grandes empresas já vêm adotando com sucesso o novo modelo que é visto como inovação por especialistas.

Você já pensou em quanto tempo gasta no trânsito e por que a mobilidade ainda é um grande problema nas grandes cidades brasileiras? A RBA traz não apenas a visão de especialistas sobre o assunto, bem como soluções simples e escalonáveis que poderiam melhorar o dia a dia da população.

Em busca de soluções para melhorar o relacionamento, em tempos de guerra no exterior e de polarização política no Brasil, a RBA mostra nas páginas a seguir o que é ‘comunicação não violenta’ e o que ela pode ajudar na resolução de conflitos. Aplicável em empresas e na vida pessoal, o conceito é antigo, mas pode mudar o mindset em quem utilizá-la.

Clique aqui para ver a edição completa.

Leon Santos, editor-chefe