CRA-PA: Junta Interventora faz balanço de nova gestão

CRA-PA: Junta Interventora faz balanço de nova gestão

A Junta Interventora do Conselho Regional de Administração do Pará (CRA-PA) se reuniu na última quinta – feira (25) – com colaboradores do Regional, para apresentar o balanço das ações desenvolvidas nos últimos seis meses e discutir ações relacionados ao Regional.

Transparência, estruturação e modernização foram palavras de ordem nos 180 primeiros dias de gestão da Junta. Com a organização das contas, reavaliação e distrato de contratos e negociação de valores está se gerando uma economia para poder investir em outras áreas, como fiscalização, tecnologia e a mudança da sede do Conselho. A sede ganhará nova cara, mobília e equipamentos modernos para atender com mais conforto e rapidez os registrados e dar condições dignas de trabalho para os colaboradores desempenharem suas atividades diárias.

Estes 180 dias de gestão foi construído com muitas mãos, com apoio incondicional do presidente do Conselho Federal de Administração, Mauro Kreuz, dos conselheiros federais e da equipe de funcionários do CFA e do CRA-PA. Ouvimos opiniões, prezamos pela transparência e pelo controle, promovendo e contribuindo para o aumento no grau de governança corporativa e estreitando as relações com entidades governamentais e não governamentais, como a participação no Fórum da Sedeme – Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, além das Associações Comerciais, Sebrae e demais entidades, sempre divulgando os projetos do Sistema CFA/CRAs e a relevância de nossos Profissionais para o desenvolvimento social, econômico e das empresas.

O Conselho caminhou a passos largos, na busca das melhorias já mencionadas e, precisa continuar neste mesmo ritmo para atender dignamente os profissionais e a sociedade. Só para se ter uma ideia, quando chegamos, o sistema de tecnologia utilizado pelos funcionários era uma versão absoleta, hoje já estamos atualizados e desenvolvendo diversas ferramentas que visam facilitar a vida dos profissionais. Com isto, estamos conseguindo, gradativamente, melhorar a prestação de serviços. Também implementamos uma gestão mais participativa e transparente, inclusive, trazendo os profissionais e funcionários para uma maior participação na tomada de decisões.

As principais conquistas são a estruturação administrativa e financeira do Regional, a recuperação da autoestima dos colaboradores e da imagem do Conselho perante aos registrados e a sociedade, além é claro, do processo de modernização que está em andamento. Lançamos um novo portal, conseguimos implantar o novo modelo de carteira profissional com expedição gratuita e, ainda, fizemos a implementação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI). A medida, além de proporcionar maior celeridade e eficiência da gestão do Regional, traz uma considerável economia de papel e suprimentos de informática, pois todos os processos passaram a ser eletrônico.

Queremos um Conselho forte, uma instituição independente, representativa de fato de todos os registrados. Para isso precisamos atender aos anseios dos profissionais, aproximá-los do Conselho, mostrando também à sociedade a importância deles e, o papel do CRA, que muitas vezes não é entendido. Estamos aqui para fiscalizar o exercício e a atividade dos profissionais, garantindo a legalidade dos serviços que oferecem, tirando leigos que acabam ocupando postos de trabalho e prestando serviços sem ter conhecimento técnico e, tão importante quanto isto, atuarmos garantindo a segurança da sociedade, daqueles que empreendem e contratam nossos mais variados profissionais.

Reduzimos e controlamos os gastos, tomamos medidas de controle, aumentamos a qualidade de trabalho e no fim conseguimos fechar estes seis meses com um saldo financeiro positivo.

Segundo o presidente Amilcar Pacheco, ainda há muito para ser feito, mas as mudanças iniciais foram essenciais para dar continuidade ao trabalho. “Iniciamos nossa gestão com contas atrasadas e sem dinheiro em caixa, recebemos um prédio sem as mínimas condições de abrigar as atividades e o banco de dados dos cadastrados inconsistente, o que levou a anulação das eleições realizados em outubro de 2018 e foi o motivo principal da intervenção. A organização das finanças já garantiu uma economia significativa, mas o trabalho não para e ainda temos muito o que fazer”, afirmou o presidente.

Transparência

Com a grande responsabilidade de representar os 10 mil Profissionais de Administração com registros ativos, o CRA-PA disponibilizou todas as informações relevantes sobre a gestão por meio do Portal da Transparência

Capacitação

Nestes primeiros meses, CFA tem dado apoio para organizar a casa e sempre enviando uma equipe in loco para fazer diagnóstico situacional e, em seguida, orientar métodos de trabalho que gerem mais eficácia à gestão.

Gestão Estratégica

Aprimorar procedimentos, aumentar a produtividade e pautar ações visando à valorização profissional, com uma gestão participativa, tendo como foco o constante aperfeiçoamento dos funcionários para melhor atender os Profissionais de Administração e divulgar o papel do Conselho para a sociedade. Essa é a estratégia da atual Gestão do CRA-PA.

Informatização e Informação

A modernização é uma pauta constante para o Conselho. Um sistema específico de informação, o e-SIC foi implantado para facilitar o acesso à informação e implantamos a Ouvidoria. Os novos serviços oferecidos vão ampliar a credibilidade junto aos diversos públicos e oferecerá à sociedade um canal aberto para sugestões, reivindicações e denúncias.

Fortalecimento e fiscalização

Sob a coordenação do Conselheiro Marcos Kalebbe, as ações de fiscalização foram incrementadas. A proposta é estimular uma fiscalização voltada para sensibilizar o Administrador e as empresas a buscarem o registro percebendo, nessa ação, a importância do registro para o mercado de trabalho. Para consolidar as ações de fiscalização, os fiscais do CRA-PA estão participando de treinamentos. Cerca de 800 processos de fiscalização já foi iniciado e pretende ser o foco para os próximos meses.

O Conselheiro Marcos Kalebbe, já relatou cerca de 200 processos envolvendo os mais diversos pedidos de profissionais que se encontravam sobrestados em arquivo desde o ano de 2018, dando andamento e resolução no mérito para todas as questões.

Próximos passos

Em novembro, acontecerá o Encontro dos Profissionais de Administração do Pará, que será realizado conjuntamente com a Assembleia de Presidentes do Sistema CFA/CRAs e da DIREX, reunião de diretoria do Conselho Federal de Administração. Será um grande evento tendo Belém como a Capital da Administração. Durante o evento, será inaugurada a nova sede do Conselho Regional.

A Junta Interventora vai instalar – ainda este ano – no município de Santarém, uma Seccional para a realização de diversos serviços como o registro profissional, fiscalização e pagamento de anuidade/parcelamento, além de ficar mais próximo dos profissionais e estudantes daquela localidade.

A banca organizadora para realização de concurso público já foi contratada. As provas serão aplicadas pelo Instituto Quadrix. O Edital do certame deve sair até dezembro.

Novas eleições serão convocadas para preencher os cargos de Conselheiros Efetivos e Suplentes, onde pretendemos movimentar a categoria profissional e fomentar a participação de todos para eleger os futuros representantes do Regional.

FONTE: CRA-PA

Fechar Menu