Coronavírus: colaboradores entram em quarentena para evitar transmissão

Coronavírus: colaboradores entram em quarentena para evitar transmissão

A pandemia do novo coronavírus está mudando a rotina dos trabalhadores em todo mundo. No Brasil, as empresas e órgãos públicos começaram a adotar o home office como medida preventiva para reduzir riscos de contágio entre empregados. O Conselho Federal de Administração (CFA) também adotou essa medida e, a partir de hoje, 19, os colaboradores foram liberados para fazer suas atividades laborais em casa.

Para manter as rotinas em dia, os funcionários receberam orientações sobre como funciona o home office. Todos os processos administrativos do CFA são gerenciados pelo Sistema Eletrônico de Informações (SEI), o que facilita a prática do teletrabalho. Além disso, os coordenadores e colaboradores usarão recursos como o Google Drive para organizar documentos e aplicativos como Trello e o Zoom para gerenciar demandas e realizar reuniões virtuais diárias.

O home office no CFA vai até o dia 3 de abril. Depois desse período, será feita uma avaliação e, caso a pandemia continue a preocupar o país, o CFA poderá prorrogar o prazo. A autarquia está localizada em Brasília e, na capital federal, escolas, creches, academias, parques, clubes e até os shoppings estão fechados. Os principais órgãos do judiciário, executivo e legislativo, tanto do governo local quanto do federal, também estão em quarentena e os servidores liberados para teletrabalho.

Para atendimentos externos, o CFA disponibiliza os contatos da Ouvidoria e do Protocolo.

Ouvidoria – https://cfa.org.br/canal-ouvidoria/

Protocolo – 61-3218-1851

 

Para saber mais

Quer saber como funciona um home office? Antes mesmo da crise causada pelo novo coronavírus, o CFA conversou com especialistas no assunto para mostrar que esta é uma tendência mundial e tem sido adotada, inclusive, em muitos órgãos do setor público.

Clique aqui e aqui e confira o conteúdo exclusivo que o CFA preparou sobre o assunto.

 

 

Assessoria de Comunicação CFA