Conteúdo produzido pelo CFA será usado nas aulas da rede pública de SP

Conteúdo produzido pelo CFA será usado nas aulas da rede pública de SP

Pensar em novos conteúdos e temas relevantes para levar, aos profissionais de administração, todas as novidades e assuntos ligados à ciência da Administração. Essa é a missão da equipe da web TV do Conselho Federal de Administração (CFA), o CFAPlay. Desde a sua criação, o canal oferece uma série de entrevistas, reportagens, vídeos motivacionais e publicitários, além de acompanhar e fazer transmissões ao vivo de eventos promovidos pelo Sistema CFA/CRAs.

Devido a qualidade do material produzido, o conteúdo do CFAPlay tem extrapolado as fronteiras do mundo da Administração. Recentemente, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo solicitou à Câmara de Comunicação e Marketing do CFA, setor responsável pelo CFAPlay e outros canais de comunicação da autarquia, autorização para usar a entrevista realizada pela jornalista Elisa Ventura com o filósofo Gilles Lipovetsky.

O vídeo será reproduzido nas aulas de Filosofia do Ensino Médio, que serão transmitidas ao vivo aos alunos das redes públicas municipais e estadual a partir do dia 4 de março. Em razão da pandemia, as aulas serão on-line e a difusão do conteúdo acontecerá a partir de estúdios da Secretaria e poderão ser acompanhadas pelo site do Centro de Mídias SP, pelo aplicativo CMSP, pela página da Secretaria no Facebook e pelos canais da TV aberta: TV Educação e TV Univesp.

Segundo o diretor de Comunicação e Marketing do CFA, Diego da Costa, foi motivo de muita alegria saber que o conteúdo do CFAPlay gerou interesse de um público bem diferente do qual estão acostumados a trabalhar. “Isso é fruto da dedicação e trabalho de uma equipe que não mede esforços para produzir material de qualidade excepcional. Não só autorizamos o uso do vídeo com a entrevista como também disponibilizamos a palestra que ele concedeu durante o Fórum CFA de Gestão Pública, realizado em 2018”, disse.

Gilles Lipovetsky é filósofo francês, teórico da Hipermodernidade e autor de vários livros. Uma das suas obras mais famosas é “A era do vazio”, onde ele faz uma análise profunda da sociedade pós-moderna, sobretudo marcada pelo desinvestimento público. Em entrevista exclusiva para o CFA, ele explicou que os cidadãos estão mais voláteis e indecisos, não sabem em quem vão votar. Para o especialista, esse “é um dos problemas do desmoronamento da ideologia política”. Abaixo, confira a entrevista na íntegra.



Ana Graciele Gonçalves

Assessoria de Comunicação CFA