CFA participa de primeira reunião do Fórum Permanente das MPEs de 2020

CFA participa de primeira reunião do Fórum Permanente das MPEs de 2020

No encontro, as equipes apresentaram o balanço de 2019 e adiantaram as ações que serão desenvolvidas ao longo deste ano

 

Na tarde desta terça-feira, 11, aconteceu a 1ª Reunião Ordinária do Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. O coordenador do Comitê de Formação e Capacitação Empreendedora do Ministério da Economia e vice-diretor de Formação Profissional do Conselho Federal de Administração (CFA), Mauro Leônidas, participou do encontro.

Durante a reunião, os coordenadores dos grupos de trabalho do Fórum apresentaram um balanço das ações realizadas em 2019 e mostraram uma projeção dos projetos previstos para serem realizados em 2020. O grupo de trabalho coordenado por Mauro destacou os avanços de três importantes iniciativas.

Uma delas, desenvolvida em parceria com o CFA, é a Formação de Multiplicadores de Conhecimento em Micro e Pequenas Empresas. A capacitação é fruto de um acordo de cooperação técnica celebrado entre a autarquia e a Subsecretaria de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas, Empreendedorismo e Artesanato do Ministério da Economia (SEMPE).

Até o final de 2019, o CFA abriu 21 turmas de formação, com um total de 1.485 administradores capacitados como especialistas/consultores em MPEs. Eles serão capazes de atender até 25 mil pequenos negócios por ano. “Para este ano, a nossa meta é capacitar mais de cinco turmas e, além disso, vamos criar a Rede de Multiplicadores em MPEs.”, explica Mauro, ressaltando que as novas turmas serão ofertadas em parceria com o Ministério da Economia em Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Roraima e Tocantins.

Outra missão do Comitê de Formação e Capacitação Empreendedora é a construção da Base Nacional de Capacitação, que visa reunir todas as iniciativas de educação empreendedora. No ano passado, a base de informação foi formada e, em 2020, a equipe de trabalho prevê a repactuação do contrato com a Datalegis e a definição do layout da plataforma e seu conteúdo, a fim de disseminar conhecimento.

Além disso, em 2019 o Fórum conseguiu, por meio de projeto de lei, incluir a disciplina  empreendedorismo nas escolas e muitos municípios apresentaram cases de sucesso com a iniciativa. A meta é ter mais casos bem sucedidos a fim de incentivar a criação da cultura do empreendedorismo no Brasil.

 

 

Assessoria de Comunicação CFA