CFA lança biografia e documentário sobre Belmiro Siqueira

CFA lança biografia e documentário sobre Belmiro Siqueira

“Dizem que quando a gente pega uma barrinha de ouro e uma barrinha de prata, encosta uma na outra, e leva ao microscópio para ver o que acontece, no meio da prata tem partículas de ouros e no meio do ouro tem partículas de prata. O mesmo se diz hoje em termo dos agrupamentos humanos. Quando a gente se fala, debate, conversa, dialoga, uns ficam perto dos outros, um observa o outro e vice-versa, o eletrônico de um entra no eletrônico do outro. Então eu espero que o muito do ouro de vocês encha um pouquinho da minha prata e espero que alguma partícula da minha prata acumule o ouro de vocês.”

O trecho do último discurso do patrono da administração no Brasil, Belmiro Siqueira, traz um pouco da personalidade marcante do administrador. Um lado humano que será revelado na biografia e também no documentário que o Conselho Federal de Administração lançará no dia 12 de dezembro, em Brasília.

O objetivo é construir um material de referência sobre Belmiro, cuja história está completamente relacionada ao início da regulamentação da profissão. Ele lutou para valorizar a Administração no Brasil e transformá-la em um importante segmento de trabalho.

BELMIRO SIQUEIRA – Atuou a maior parte de sua vida no serviço público. Prestou dezenove concursos públicos e foi aprovado em primeiro lugar em todos. Começou como assistente administrativo e técnico de administração, cargo que, hoje, corresponde ao que é o administrador.

Nasceu em 22 de outubro de 1921 em Ubá, Minas Gerais. Construiu uma sólida carreira como funcionário público federal e atuou como assessor e consultor de vários governos. Em 1966, foi diretor da Escola de Serviço Público do então Estado da Guanabara. Ocupou vários cargos no Departamento Administrativo do Serviço Público (DASP), chegando a ser diretor geral em 1967 e 1968.

A principal paixão de Belmiro era a academia. Foi professor em 25 faculdades, autor de vários trabalhos sobre administração e colunista em jornais e contribui muito com o desenvolvimento e aperfeiçoamento da área como ciência e profissão.

Eleito conselheiro federal, em 1977, no Conselho Federal de Administração (CFA) tornou-se rapidamente vice-presidente. Com uma atuação ímpar, participou da criação dos Conselhos Regionais nas diversas capitais do país. Tornou-se presidente da autarquia em 1986, ano em que faleceu durante uma viagem de trabalho em Porto Velho, Rondônia.

 

Devido à rica e inegável contribuição do professor à profissão, foi eleito Patrono da Administração, título que lhe foi concedido post-mortem. Em breve você conhecerá em detalhes a vida de Belmiro Siqueira!

https://www.youtube.com/watch?v=8PWK7wl5e0Q

Serviço:

Lançamento do documentário: 12/12/2018

Local: Cinemark Pier 21

Horário: a partir de 19h

 

Assessoria de Comunicação CFA

Fechar Menu