CFA-Gesae é apresentado em duas cidades na Bahia

CFA-Gesae é apresentado em duas cidades na Bahia

O Conselho Federal de Administração (CFA) em parceria com o Conselho Regional de Administração da Bahia (CRA-BA) apresentou nos dias 6 e 7 de novembro, simultaneamente, em duas cidades, o Sistema CFA de Governança, Planejamento e Gestão Estratégica de Serviços Municipais de Água e Esgotos, o CFA-Gesae, uma em Salvador e outra, em Porto Seguro.

Em Porto Seguro, o membro da Câmara de Estudos e Projetos Estratégicos do CFA, Ediberto Correia, mostrou a atual situação do saneamento da cidade. Estavam presentes a Prefeita de Porto Seguro, Cláudia Silva Santos Oliveira e diversos Secretários Municipais, que direta ou indiretamente tem secretarias ligadas ao saneamento. O público pôde visualizar dados do sistema como governança, sustentabilidade e eficiência na gestão dos recursos hídricos, governança e transparência tarifária, entre outros.

Foi firmado um Acordo de Cooperação Técnica entre a Prefeitura Municipal de Porto Seguro e o CFA tem por objetivo proporcionar aos gestores de serviços municipais de água e esgotos – incluindo a Agência de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Porto Seguro (ARPS) – mecanismos de gestão em plataforma web.

A ferramenta, idealizada pelo administrador José Antônio Campos Chaves e criada por meio de convênio com o Conselho Federal de Administração (CFA), visa oferecer aos municípios um sistema de governança e planejamento estratégico de serviços públicos de água e esgoto.

De acordo com José Antônio Chaves, membro do CFA responsável pelo sistema, “o resultado do diagnóstico é uma forma dos municípios entenderem o seu sistema de gestão de água e esgoto”. Chaves acrescenta que “quando se examina esses indicadores e correlaciona eles um com os outros é possível indicar melhorias na administração do sistema, tanto custo como qualidade da prestação do serviço”.

O Sistema já está disponível para os gestores. Os dados da plataforma do CFA-Gesae são disponibilizados com base nas informações passadas pelo Sistema Nacional de Informação sobre Saneamento do Ministério das Cidades (SNIS/MC) e são resultados de análises de mais de 70 indicadores distribuídos em 10 áreas chaves.

Fechar Menu