CFA deverá adotar sistema que promete otimizar a Ouvidoria

CFA deverá adotar sistema que promete otimizar a Ouvidoria

Na última quinta-feira, 31, o superintendente do Conselho Federal de Administração (CFA), Douglas Evangelista Neto, colaboradores da Ouvidoria e de Tecnologia da Informação do Conselho participaram de uma reunião na Controladoria-Geral da União (CGU), órgão do Governo Federal responsável pela defesa do patrimônio público, transparência e combate à corrupção.

O encontro foi marcado para a apresentação dos Sistemas de Ouvidoria Informatizados. O e-Ouv foi desenvolvido pelo Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União pode ser utilizado gratuitamente pelas ouvidorias públicas. A intenção do CFA é adotar a ferramenta para melhorar os serviços prestados pela área na autarquia.

O sistema faz o gerenciamento de denúncias, reclamações e sugestões, além do encaminhamento de manifestações entre ouvidorias; controle de prazo; recursos para elaboração de relatórios; integração com outros sistemas que a ouvidoria utilize.

Funciona em ambiente web e apresenta design responsivo, ou seja, flexibilidade na exibição das informações em telas de tamanhos diferentes e aparelhos móveis. O e-Ouv é o mais utilizado entre as ouvidorias federais e por diversas estaduais e municipais.

A apresentação foi realizada pelo time da Coordenação Geral de Acompanhamento e Controle das Ouvidorias: a coordenadora-geral de Orientação e Acompanhamento de Ouvidorias, Luana Marcelino; o coordenador-geral substituto, Marcos Silva Monteiro e a auditora interna de Finanças e Controle, Maria do Rosário Ferreira.

Nova direção

Nas últimas eleições do Sistema CFA/CRAs, o administrador José Carlos de Sá Colares foi eleito Ouvidor do CFA. Colares é conselheiro federal da autarquia pelo Amazonas.

Assessoria de Comunicação CFA

Fechar Menu