4º Meetup PyData BSB

4º Meetup PyData BSB

 

Mais de 50 pessoas lotaram o plenário do Conselho Federal de Administração (CFA) na manhã desta sexta-feira, 6, para participar do  4º Meetup PyData BSB. No evento, usuários e desenvolvedores de ferramentas de análise de dados compartilharam ideias sobre novas abordagens e tecnologias emergentes para gerenciamento, processamento, análise e visualização de dados.

Nesta edição, o foco foi a utilização de Ciência de Dados para o setor público. Na abertura do encontro, o diretor do Instituto Publix, João Mota, falou sobre o PyData. De acordo com ele, trata-se de uma comunidade internacional que começou em Nova York e se estendeu por mundo todo, inclusive no Brasil. “O objetivo é catalisar o aprendizado e a aplicação prática da ciência de dados e promover uma troca rápida e intensa de conhecimento, além de impulsionar o aprendizado e uso dos dados, seja nas organizações públicas ou privadas”, explicou.

Este foi o primeiro PyData focado no setor público. Ao sediar o evento, o CFA inaugura o debate sobre o assunto em Brasília, cuja missão é melhorar a gestão pública. “Não estamos aqui apenas cedendo o espaço, pois entendemos a importância decisiva e fundamental da discursão que comunidade PyData proporciona ao conhecimento, a compreensão e ao aprimoramento da aplicação de técnicas de conhecimentos científicos em relação a essa área”, disse o presidente do CFA, Wagner Siqueira.

Wagner fez questão de ressaltar que o Sistema CFA/CRAs já se dedica fortemente nessa questão da tecnologia como uma gazula de avanço e desenvolvimento. “Em verdade, a tecnologia avança a velocidade da luz, mas as organizações avançam na mentalidade do carro de boi. Elas ainda não conseguem compreender esse gap. Essa defasagem entre a tecnologia e as práticas dentro das organizações levam a realidades absolutamente esquizofrênicas”, comentou o presidente.

As mudanças se fazem também através dos comportamentos e quando o comportamento não se compatibiliza com essa tecnologia nós estamos construindo organizações de castelos de homens sem alma.

Em seguida, João Mota falou sobre a transformação cognitiva no setor público por meio da utilização de novas tecnologias a fim de aprimorar a gestão. A programação teve, ainda, palestras com renomados especialistas no setor. Uma delas abordou o uso da ciência de dados para reduzir a inadimplência no programa “Minha Casa , Minha Vida”. Teve, ainda, uma apresentação do case do Sistema de Informações e Monitoramento da Cultura Ministério da Cultura.

Ao final, aconteceu o Lightning Talks, momento em que os participantes tiveram a oportunidade de fazer pequenas apresentações.

O 4º Meetup PyData BSB foi transmitido pelo CFAPlay e pelo Facebbok do CFA. Se você perdeu essa oportunidade, não tem problema: o vídeo da transmissão estará disponível na íntegra no www.cfaplay.org.br e no www.facebook.com/cfaadm.

_V0A7929.jpg

_V0A7957.jpg

_V0A7937.jpg

_V0A7935.jpg

 

Assessoria de Comunicação CFA