Acordo prevê o uso do IGM-CFA em ações de desenvolvimento do Nordeste

Acordo prevê o uso do IGM-CFA em ações de desenvolvimento do Nordeste

O Conselho Federal de Administração (CFA) assinou, na tarde desta quarta-feira, 16, um Acordo de Cooperação Técnica com a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), autarquia vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional. Por meio do acordo, o Conselho dará apoio às atividades voltadas para a profissionalização da gestão pública e o desenvolvimento de ações conjuntas de capacitação, melhoria da gestão, de fortalecimento da comunicação e transparência relativas ao Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE).

O acordo inclui uma série de ações como a utilização do Índice CFA de Governança Municipal (IGM-CFA) nos estudos e análises de indicadores e informações que agreguem valor ao fluxo interno de atividades de gestão da Sudene; a difusão do Índice para as prefeituras que participarem do Programa Mais Gestão Municipal desenvolvido pela Sudene; e incentivar os municípios que estão na área de atuação da Sudene a inserir profissionais de Administração, graduado ou pós-graduado na área e com registro ativo nos Conselhos Regionais de Administração, nos seus quadros de servidores e colaboradores a fim de incorporar as ferramentas de gestão vinculadas ao IGM-CFA nas rotinas administrativas e de planejamento do município.

Antes da assinatura do acordo de cooperação técnica, o presidente do CFA, Mauro Kreuz, destacou a importância da parceria. “Poder contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do Nordeste, esta região que é tão importante para o Brasil e o mundo, é motivo de muita alegria e orgulho para o Sistema CFA/CRAs”, disse.

Segundo o superintendente da Sudene, Evaldo Cruz, o acordo será muito válido. “A superintendência está bem feliz com a formatação desta parceria, pois o IGM oferece indicadores essenciais para políticas públicas”, afirmou, ressaltando que o Índice vai permitir promover ações para melhorar os indicadores daqueles municípios não tão bem qualificados.

Para o diretor de Gestão Pública do CFA, Fábio Mendes Macêdo, o acordo entre o CFA e a Sudene é um “momento ímpar para a sociedade”. “Para nós é uma satisfação receber a Sudene como parceira. Estamos felizes em saber que temos a confiança da superintendência. Nosso intuito é fazer contribuições efetivas por meio da ferramenta IGM-CFA”, falou.

O acordo também prevê a construção, em conjunto com o CFA, de uma metodologia de priorização de ações com foco na melhoria da gestão municipal nos municípios da área de atuação da Sudene; a designação de equipe técnica para executar as atividades de cooperação e demais ações necessárias; a divulgação do IGM-CFA nas plataformas públicas apropriadas; entre outros.

Ana Graciele Gonçalves

Assessoria de Comunicação CFA